O Flamengo fez valer a força que tem quando joga diante de seus torcedores, que não só lotaram o Ginásio do Tijuca Tênis Clube, como fizeram uma grande festa, na noite deste sábado. Com grandes jogadas que levantaram o público em diversas oportunidades, os rubro-negros bateram o Paulistano/Unimed, por 84 a 64, e fecharam a série quartas de final por 3 a 0.

Para garantir a classificação para as semifinais, a equipe carioca contou com grande atuação de Olivinha, responsável por um expressivo duplo-duplo de 22 pontos e 13 rebotes. O ala Marquinhos também mereceu destaque, ao anotar 19 pontos. Os destaques do Paulistano ficaram por conta de Alex e Eddy, que registraram 19 e 16 pontos, respectivamente.

“Missão cumprida. Hoje, diferente das outras duas partidas, conseguimos jogar bem o jogo inteiro. Atacamos e defendemos muito bem. Graças a Deus a torcida compareceu e pôde nos ajudar muito nesta vitória”, afirmou Marquinhos.

Os rubro-negros começaram a partida já impondo seu ritmo do jogo e abrindo 6 a 1 logo nos primeiros minutos. Disposto a mudar o cenário do Paulistano no jogo, o ala Alex anotou oito pontos que deixaram o time de São Paulo momentaneamente na frente (11 a 8). Pois é, momentaneamente, pois o Flamengo, dominando os rebotes e aproveitando os contra-ataques, deslanchou. Os visitantes até tentaram reagir, através da genialidade do baixinho Muñoz (22 a 18), mas uma bola de 3 pontos do pivô Caio Torres, no estouro do cronômetro, deixou os cariocas na frente por 25 a 18.

A superioridade continuou pelo lado dos donos da casa na segunda etapa. A boa atuação de Olivinha levantou o bom público presente no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. Além disso, os rubro-negros continuaram aproveitando bem os contra-ataques e chegaram a abrir dez pontos de frente (36 a 26). Assim como no período anterior, o Paulistano não se deu por vencido e foi para os vestiários perdendo por sete pontos de diferença (41 a 34).

No intervalo da partida, as equipes deram vez a promoção “Arremesso Campeão”. Roberto Bezerra de Moraes, de Jacarepaguá (RJ), teve duas chances de acertar um arremesso do meio da quadra e faturar 80 mil reais. Porém, o cidadão não obteve sucesso nas tentativas, e o prêmio acumulou para 120 mil reais. “Fiquei um pouquinho nervoso, mas eu recomendo para todos, participem, pois é muito legal. Não consegui, mas fica para a próxima”, comentou o participante.

Mas pelo jeito, o Flamengo não estava para brincadeiras. A cada minuto que passava, a equipe comandada por José Neto aumentava a vantagem no jogo, que chegou a ser de 22 pontos (68 a 46). Uma bola de Eddy no estouro do cronômetro reduziu um pouco a larga vantagem dos cariocas, que foram para os vestiários na frente por 19 pontos de frente (68 a 49).

Pode se dizer que os principais personagens da etapa final da partida não foram os jogadores, e sim, os torcedores. Pintado de vermelho e preto, o Ginásio do Tijuca tremeu com a eufórica torcida flamenguista. O aguerrido time do Paulistano cortou para 14 a vantagem que chegou a ser de 24 pontos, mas nada que estragasse a festa do Flamengo, que  finalizou a série melhor de cinco por 3 a 0, com triunfo por 84 a 64.

“Não tem nem o que falar dessa torcida. Com eles sempre lotando o ginásio, é difícil deixar escapar a vitória. A regularidade foi o nosso ponto princiapal hoje. O Paulistano é uma equipe muito aguerrida e não podíamos vacilar. Hoje entramos mais focados, conseguimos uma boa vitória. Agora é focar, e estudar o nosso próximo adversário”, declarou Benite, autor de nove pontos e quatro rebotes.

Confira todos os jogos da série:

Flamengo (1º) 3 x 0 Paulistano/Unimed (9º)
29/04 – Paulistano 91 x 100 Flamengo
02/05 – Flamengo 80 x 76 Paulistano
04/05 – Flamengo 84 x 64 Paulistano